domingo, 4 de março de 2007

Crisállida

Um comentário:

Jucelia disse...

Por fim, me encorajo a escrever aqui. Acho que o teu blog me dá medo, um medo que vem das entranhas, da parte mais obscura. E claro que hoje ainda não vou espraiar minhas lamúrias, mas vai chegar por onde.
Hoje eu só queria que, pra mim, fosse verdade a poesia de F. Rocha:

VICE-REI

Eu sempre estendi as mãos
para as borboletas...

Abria os braços
para o passado saudoso...
para o futuro sonhado...
mas nunca tocaram em mim.

Hoje, fiquei imóvel
e uma pousou no meu pé.

Fabio Rocha www.fabiorocha.com.br