sábado, 13 de outubro de 2007

real

Não tenho tido tempo de habitar o virtual. Estou me atendo à realidade. A virtualidade seduz, mas a crueza da carne chama. A vida é bem mais clamante. Então, apesar dos apelos dos meus incontáveis leitores, apelos comoventes, eu diria, estou, por certo, em um silêncio de palavras e num alvoroço de ações. Espero que estas rendam algumas constatações partilháveis e publicáveis, porque, de tudo, a gente tem que operar um pouco, sob pena de perder-se em um dos reinos... Vamos ver no que vai dar.

3 comentários:

padma wangmo- disse...

ôu, ôu...
não esqueça os apelos clamorosos,compartilhe das experiências (tão substanciais quanto os sonhos...)para que não se tornem apelos de reinos invejosos...
em outras palavras, tricota, amiga!!!!
eheh

.: Menina do Oriente :. disse...

faço parte das tricoteiras de plantão.. rende mais os pontos...rss e além disso agasalha nossa alma nestes dias frios de "Primavera"? bjo na palma da mão!

Jucelia disse...

Dias frios de outono, aqui pra bandas do Velho do mundo. Também precisamos de agasalho pra alma.
Bugra, hoje fiz das tuas palavras, minhas.
Bju, a todas (incontáveis leitoras) acima.
Eu amo vcs.