sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Que coisa

tem uma coisa que acontece comigo.
tem uma coisa que acontece comigo que eu não sei explicar senão assim:
não fui eu, foi ela.
não era eu, era ela.
às vezes ela fica muito tempo sem aparecer.
e eu me comporto.
de repente, quando eu acho que está tudo sob controle,vem a filha da puta com tudo e acaba
com a minha vida.
faz umas coisas que eu não faria
diz umas coisas que eu não diria
e usa o meu corpo para tudo isso.
usa a porra do meu corpo, o MEU corpo, se apresenta com essa cara aí e o meu nome.
e depois, como eu explico?
não explico.
porque ninguém nunca vai entender.
nem eu, pra falar a verdade.
mas eu gostaria que essa moça
fosse baixar no corpo de outra.

Clarah Averbuck

2 comentários:

Padma Wangmo disse...

tenho uma amiga que diz que mora em um condonomínio... vários apartamentos, com vários seres. Diz que tem uma mulher de vermelho que é uma louca e vez em quando aparece. Perguntei e tu? eu, eu sou a síndica.

Padma Wangmo disse...

nada dá certo sempre. eu sei. só o fim permanece. o eterno fim. por isso, me dissolvo antes do fim. eu me dissolvo.

claraverbuck.